Opinião

Mudanças terapêuticas no cancro do pulmão e consequentes mudanças prognósticas
Dr. Fernando Barata, presidente do Grupo de Estudos Cancro do Pulmão
21 Dez. 2018

Dados de 2018 da Agência Internacional para a Pesquisa do Cancro referem que um em cada cinco homens e uma em cada seis mulheres terão cancro durante as suas vidas. Também um em cada oito homens e uma em cada onze mulheres morrerão desta doença. 

 

Cancro do Pulmão: evolução e tratamento
Dr.ª Fernanda Estevinho, médica especialista em Oncologia Médica, Hospital Pedro Hispano, Matosinhos
29 Nov. 2018

Muitos têm sido os esforços efetuados nos últimos anos para conhecer a Biologia Molecular e o papel do microambiente tumoral no cancro do pulmão, o que já nos permite realizar terapêuticas dirigidas (a mutações, à interação entre o sistema imune e a neoplasia...) e melhorar a qualidade de vida e a sobrevivência do doente. É também de realçar que, para diminuir a morbilidade e mortalidade causada pelo cancro do pulmão, a prevenção e o diagnóstico precoce são essenciais.

 

As infeções respiratórias e o deficit de vitamina D
Dr. António Carvalheira Santos, chefe de Serviço de Pneumologia do Hospital Pulido Valente
19 Abr. 2018

A vitamina D tem sido alvo particular de estudo nos últimos anos. Uma das particularidades que tem sido avaliada é a sua influência nas infeções respiratórias agudas.

VNI em fase aguda: Viagem Não Indicada para se ir sozinho!
Enf.ª Tânia Leite, Serviço Medicina Intensiva, Hospital Beatriz Ângelo
19 Abr. 2018

O uso da ventilação não invasiva com pressão positiva (VNI) para o tratamento de doentes com insuficiência respiratória aguda ou crónica agudizada foi, certamente, um dos maiores avanços da ventilação mecânica nas últimas duas décadas. Apesar do seu uso ser relativamente recente, o grande número de séries de casos, ensaios clínicos randomizados, meta-análises ou revisões sistemáticas, assim como conferências de consenso e diretrizes publicadas até o presente momento, tornaram a aplicação desta técnica mais "baseada em evidências" do que provavelmente qualquer outra medida de suporte ventilatório.  

DPOC: O que há de novo na prática clínica?
Prof. Doutor Raul de Amaral-Marques, pneumologista e imunoalergologista, diretor clínico da Pneumomedical
18 Jan. 2018

A DPOC é uma doença comum, prevenível e tratável, caracterizada por sintomas respiratórios persistentes e uma limitação do débito aéreo associada a uma resposta inflamatória crónica das vias aéreas a partículas ou gases nocivos. Os sintomas respiratórios mais comuns são: dispneia, tosse e/ou expetoração.

Pneumonia – a vacinação dos adultos também deve ser uma prioridade
Prof. Doutor José Alves, presidente da Fundação Portuguesa do Pulmão
24 Nov. 2017

Temos consciência de que a pneumonia mata e a sua prevenção está, inclusivamente, recomendada pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Se assim é, porque morrem, todos os dias, 16 adultos com pneumonia?

Dia Mundial do Não Fumador: Prevenção. Prevenção. Prevenção. É a palavra de ordem dos psicólogos
Dr.ª Sofia Ramalho, vice-presidente da Ordem dos Psicólogos Portugueses
15 Nov. 2017

A adolescência é reconhecida como sendo um período em que se experimentam e se iniciam comportamentos não saudáveis que afetam não só a saúde imediata dos adolescentes, mas também a sua saúde ao longo de toda a vida. Fumar é um desses comportamentos, bem como o consumo de outras substâncias psicoativas como o álcool, a droga e medicamentos. Com início frequentemente na adolescência, fumar representa um desafio para a Saúde Pública, pelo seu enorme impacto nos indivíduos, famílias e comunidades, e efeitos cumulativos que contribuem para problemas físicos, sociais e da saúde psicológica. Fumar, tal como o abuso de outras substâncias, está também associado a maior morbilidade e mortalidade.

A importância da reabilitação respiratória nos doentes crónicos
Dr. António Carvalheira Santos, Chefe de Serviço de Pneumologia, Hospital Pulido Valente
27 Out. 2017

A reabilitação respiratória é uma componente fundamental no tratamento do doente respiratório crónico. Tem sido alvo de particular atenção pelos investigadores nos últimos 10 anos e é atualmente apontada como uma intervenção de 1.ª linha no tratamento da doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC), bem como em outras doenças respiratórias crónicas, propiciando diminuição dos sintomas, melhoria na funcionalidade, capacidade de exercício e qualidade de vida e na autonomia da gestão da doença.

Rede Nacional de Espirometria
Dr.ª Alexandra Catarino, assistente hospitalar graduada Pneumologia, Serviço de Pneumologia A, CHUC
06 Out. 2017

A espirometria é hoje o principal método para detetar doenças respiratórias crónicas das vias aéreas, nomeadamente a doença pulmo­nar obstrutiva crónica (DPOC). O panorama mundial no que concerne a esta doença tem vindo, ao longo dos últimos anos, a melhorar. Em Portugal não tem sido diferente e para tal facto tem contribuído, nomeadamente, o au­mento da notoriedade e do reconhecimento da DPOC pela população em geral.

ERS 2017: o maior evento na área respiratória a nível mundial
Dr.ª Teresa Shiang, pneumologista do CHVNG/E
20 Set. 2017

O Congresso Anual da European Respiratory Society (ERS) decorreu de 9 a 13 de setembro de 2017, em Milão, envolvendo mais de 20 mil médicos, cientistas e outros profissionais de saúde provenientes dos quatro continentes. Constitui, atualmente, o maior evento na área respiratória a nível mundial. Para este sucesso, muito contribuiu a vertente eminentemente clínica e translacional do conteúdo científico.

Newsletter

Agenda

Agenda News Farma

RespTalks

 

Opinião

Asma e gravidez: "mau controlo da asma acarreta maior risco para o feto do que o tratamento por si só"
Dr.ª Rita Gerardo e Dr.ª Lígia Fernandes, Comissão de Alergologia Respiratória da Sociedade Portuguesa de Pneumologia

PUB

Apoio

AstrazenecaBialBoehringer IngelheimMedinfar

 

MSDMundipharmaRoche