Newsletter

 

 

Atualidade

Infarmed alarga tratamento da fibrose quística a mais doentes
13 maio 2022

Mais doentes com fibrose quística vão poder beneficiar do tratamento gratuito com elexacaftor-tezacaftor-ivacaftor, em regime de associação com ivacaftor, no Serviço Nacional de Saúde (SNS), com aprovação do seu financiamento para doentes com outros tipos de mutações.

Investigadores quantificam as mutações que surgem numa única infeção por SARS-CoV-2
06 maio 2022
O Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) e o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) conseguem quantificar e caracterizar as mutações que podem ser geradas por SARS-CoV-2 quando infeta células. Os dados experimentais são relevantes para compreender como& ...
OMS lembra a importância das vacinas na proteção de pessoas de todas as idades e origens
06 maio 2022
A Organização Mundial da Saúde (OMS), no seguimento da Semana Europeia da Vacinação, escolheu como mote a importância das vacinas na proteção de pessoas de todas as idades e origens contra doenças evitáveis ​​po ...

Reportagem

Aliança para o Cancro do Pulmão. Fazer frente à doença oncológica que mais mata em Portugal

“A cada 18 segundos, uma pessoa no mundo morre com cancro do pulmão”. Esta foi uma das mensagens de alerta partilhadas durante o lançamento da Aliança para o Cancro do Pulmão, iniciativa inspirada no projeto The Lung Ambition Alliance. A assinatura do protocolo decorreu no Dia Mundial da Luta Contra o Cancro, assinalado no dia 4 de fevereiro, onde se reuniram várias entidades, entre as quais a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC), a Pulmonale, o Grupo de Estudos do Cancro do Pulmão, a Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) e a AstraZeneca. As associações unem assim esforços para combater o cancro do pulmão, tumor que não é o mais prevalente em Portugal, mas é o que mais mata. O My Pneumologia marcou presença na assinatura do protocolo e conversou com os representantes das associações envolvidas nesta Aliança. Leia a reportagem na íntegra.

Entrevistas

Hipertensão pulmonar na ICFEp: o desafio terapêutico
Prof. Doutor Rui Baptista

“Os doentes com hipertensão pulmonar e insuficiência cardíaca com fração de ejeção preservada (ICFEp) apresentam uma mortalidade muito substancial ao fim de três anos.” Palavras do Prof. Doutor Rui Baptista, do Centro Hospitalar de Entre Douro e Vouga, em entrevista à My Pneumologia, no seguimento da sua participação na sessão “Estado da Arte na IC com Fração de Ejeção Preservada”, no CPC2022. Assista ao depoimento.

Rinossinusite crónica grave com polipose nasal sob o olhar do Dr. João Neves
Dr. João Fonseca Neves

“Os impactos da rinossinusite na qualidade de vida podem ser brutais, com consequências na vida familiar, social e laboral, e cada vez temos menos razões para nos resignarmos perante aquele doente que ‘anda sempre ranhoso’”. Quem o afirma é o Dr. João Fonseca Neves, otorrinolaringologista, no Centro Hospitalar Universitário de Coimbra, no âmbito do Dia Mundial da Consciencialização para a Rinossinusite Crónica Grave com Polipose Nasal, que se assinala hoje, 20 de abril. Leia a entrevista na íntegra.

Agenda

Agenda News Farma

RespTalks

 

Opinião

Asma e gravidez: "mau controlo da asma acarreta maior risco para o feto do que o tratamento por si só"
Dr.ª Rita Gerardo e Dr.ª Lígia Fernandes, Comissão de Alergologia Respiratória da Sociedade Portuguesa de Pneumologia

PUB

Apoio

AstrazenecaBialBoehringer IngelheimCSL BehringJanssenMedinfar

 

MSDMundipharmaNovartisPfizerRecordatiRocheVitalAire