Opinião

A DPOC e os hábitos tabágicos
Dr. João Cardoso, diretor do Serviço de Pneumologia do Hospital de Santa Marta
02 Jun. 2017

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o tabaco é a principal causa de morte evitável em todo o mundo. Os números não enganam: atualmente, existem mil milhões de fumadores em todo o mundo e uma em cada 10 mortes de adultos está relacionada com hábitos tabágicos. Tal corresponde a seis milhões de mortes por ano ou a uma morte por cada seis segundos, causada pelo fumo do tabaco. E, destes seis milhões de pessoas, 600 mil são fumadores passivos.

RespirARmelhor.pt: plataforma disponibiliza informação para melhorar a Saúde respiratória
Dr. António Carvalheira Santos, chefe de Serviço de Pneumologia do Hospital Pulido Valente
04 maio 2017

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), as doenças respiratórias crónicas têm sido uma das principais causas de morte na última década e serão, claramente, a principal causa de incapacidade até ao ano 2020. Estima-se que, em 2020, as doenças respiratórias sejam responsáveis por cerca de 12 milhões de mortes anuais.

90% dos adultos acima dos 50 anos ainda não se vacinaram contra a pneumonia
Dr.ª Isabel Saraiva, vice-presidente da Respira e presidente da Fundação Europeia do Pulmão
28 Abr. 2017

Embora esteja recomendada a grupos de adultos com risco acrescido, ainda são poucos os que estão imunizados contra a pneumonia. Uma doença que, em Portugal, mata um adulto a cada 90 minutos. Mais do que uma questão de acesso, as baixas taxas de imunização na idade adulta prendem-se, sobretudo, com a falta informação ou de prescrição. Para esclarecer, divulgar informação e sensibilizar a população, profissionais de saúde e governantes para este problema, foi lançado, no passado dia 26 de abril, o Movimento Doentes pela Vacinação.

Do diagnóstico ao tratamento da asma
Dr. Mário Morais de Almeida, presidente da Associação Portuguesa de Asmáticos
16 Fev. 2017

Em todo o mundo, entre as várias doenças alérgicas, a asma é das que causa mais preocupação. Em Portugal estima-se que existem 1 milhão de asmáticos, com sintomas que variam de formas ligeiras a quadros muito graves. Cerca de 500.000 são os que fazem medicação regula e 300.000 os que terão tido pelo menos uma crise no último ano.

VNI: Como ter um doente aderente
Prof.ª Doutora Marta Drummond, pneumologista do Centro Hospitalar de São João, Porto
10 Fev. 2017

No que concerne à adesão terapêutica, a Medicina não deverá ser paternalista e “trazer os doentes ao colo”, no sentido de os forçar a fazer as terapêuticas prescritas e aconselhadas. Saber o que é melhor para o doente não nos dá o direito de impor tratamentos ou procedimentos. O papel dos médicos e dos profissionais de saúde, em geral, deverá ser o de fornecer informação sobre a doença e os tratamentos aconselhados e prestar todos os esclarecimentos solicitados pelos doentes e pelas famílias, por forma a que o doente possa decidir livremente, mas em consciência e na posse de todos os dados que poderão ter influência na sua resolução final.

“Cada cigarro fumado rouba sete minutos à sua vida”
Dr.ª Isabel Saraiva, direção da Associação Respira
06 Jan. 2017

Fumar mata. Muito. 6 milhões em todo o mundo. 12 mil em Portugal, isto é, 11% do total das mortes. O tabaco é um fator de risco comum às principais doenças crónicas: doenças cardiovasculares, cancro e doenças respiratórias. O tabaco é ainda a primeira causa (leu bem), a primeira causa de morte evitável. Em Portugal ainda fumam 1,8 milhões de pessoas. São factos conhecidos e que têm levado as autoridades de saúde a desenvolver estratégias integradas de combate ao tabagismo.

Os limites da cirurgia no cancro do pulmão
Dr.ª Cristina Rodrigues, Assistente hospitalar de Cirurgia Torácica, CHLN
29 Dez. 2016

O tratamento do cancro do pulmão tem assistido a enormes evoluções nos últimos anos. A esperança de vida dos doentes tem vindo a aumentar, mesmo quando o diagnóstico ocorre em fases avançadas da doença. A descoberta de novos fármacos, dirigidos a subgrupos de doentes com neoplasias portadoras de mutações específicas, permite agora uma terapêutica personalizada.

Sensor Observation of Urban Life: Quantificação de (bio)-aerossóis
Dr. Pedro Jorge Caridade, investigador e CEO da SpaceLayer Technologies
16 Dez. 2016

“Os cidadãos Europeus respiram ar sem qualidade”. É com esta frase chocante que a Agência Europeia do Ambiente classifica a qualidade do ar e a exposição dos indivíduos à poluição na União Europeia, quer de origem natural quer antropogénica.

Resultados positivos da utilização de células estaminais no tratamento da asma
Prof.ª Doutora Teresa Matos, investigadora Crioestaminal
24 Nov. 2016

A asma é uma doença inflamatória crónica das vias aéreas, que se caracteriza pela contração da musculatura à volta dos brônquios e pela excessiva produção de muco dificultando a respiração. Esta doença debilitante afeta mais de 330 milhões de pessoas em todo o mundo e em Portugal estima-se que afete cerca de 1 milhão de indivíduos.

Opinião: A importância dos rastreios da doença alérgica
Dr.ª Elisa Pedro, vice-presidente da SPAIC
21 Out. 2016

Em Portugal, estima-se que a doença alérgica afete cerca de 1/3 da população: de acordo com os dados atuais, 30% da nossa população tem queixas de rinite, 18% tem concomitantemente queixas de conjuntivite e cerca de 10% tem asma.

Newsletter

Agenda

Agenda News Farma

RespTalks

 

Opinião

Asma e gravidez: "mau controlo da asma acarreta maior risco para o feto do que o tratamento por si só"
Dr.ª Rita Gerardo e Dr.ª Lígia Fernandes, Comissão de Alergologia Respiratória da Sociedade Portuguesa de Pneumologia

PUB

Apoio

AstrazenecaBialBoehringer IngelheimMedinfar

 

MSDMundipharmaRoche