Entrevistas

Apenas uma pequena percentagem de doentes DPOC está diagnosticada
Dr. João Munhá
20 Nov. 2020

O Dia Mundial da Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica celebrou-se esta semana, a 18 de novembro. Em entrevista à My Pneumologia, o Dr. João Munhá, coordenador da Comissão de Trabalho de Fisiopatologia Respiratória e DPOC da Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP), revela um dos maiores problemas da doença em Portugal – a maior parte dos doentes não é diagnosticada, situação que se agravou devido à recente pandemia.

Dr. Paulo Calvinho apela a maior investimento na deteção precoce do cancro do pulmão
Dr. Paulo Calvinho
20 Nov. 2020

O Mês de Sensibilização para o Cancro do Pulmão assinala-se em novembro. Em entrevista à My Pneumologia, o Dr. Paulo Calvinho, coordenador da Unidade de Cirurgia torácica do Hospital de Santa Marta, em Lisboa, aborda o impacto que a COVID-19 está a ter no diagnóstico e tratamento do cancro do pulmão, nomeadamente a diminuição das listas de espera e do número de doentes discutidos em reuniões multidisciplinares. Além disso, defende a necessidade de investimento na deteção precoce, como forma de aumentar a sobrevida dos doentes e reduzir os custos para o Serviço Nacional de Saúde.

Prof.ª Doutora Catarina Eloy: “A anatomia patológica está a entrar numa fase de digitalização progressiva”
Prof.ª Doutora Catarina Eloy
20 Nov. 2020

“A anatomia patológica está a entrar numa fase de digitalização progressiva, que começa a trazer ferramentas únicas de inteligência artificial para a apreciação de tumores”. Foi sobre elas que incidiu a apresentação da Prof.ª Doutora Catarina Eloy, do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP), no evento “Cancro do Pulmão: o Doente no Centro da Imunoterapia”, realizado a 10 de outubro.

Dr.ª Paula Rosa: “A segunda vaga tem levado a um trabalho quase duplicado”
Dr.ª Paula Rosa
13 Nov. 2020

Avaliar os doentes com COVID-19, evitar a propagação do vírus e garantir uma resposta aos restantes doentes obrigou a que o Serviço de Pneumologia do Hospital Vila Franca de Xira reorganizasse as suas atividades e se reinventasse. Além da implementação do modelo de teleconsulta e da alteração das rotinas dos exames, foi necessário prestar assistência na urgência e no internamento. A diretora do serviço, Dr.ª Paula Rosa, dá a conhecer esta “nova realidade”.

Dr.ª Encarnação Teixeira: “Aguardam-se grandes desafios” na investigação do cancro do pulmão
Dr.ª Encarnação Teixeira
13 Nov. 2020

O evento da MSD “Cancro do Pulmão: o Doente no Centro da Imunoterapia” contribuiu, de acordo com a Dr.ª Encarnação Teixeira, membro da Comissão Científica, para o melhor esclarecimento da nova etapa do tratamento. A discussão “ultrapassou as expectativas em relação aos objetivos pretendidos” e “aguardam-se grandes desafios”.

Dr.ª Ana Figueiredo faz “perguntas difíceis” ao austríaco Dr. Maximilian Hochmair no “Cancro do Pulmão: o Doente no Centro da Imunoterapia”
Dr.ª Ana Figueiredo
06 Nov. 2020

“Nos doentes que têm metastização cerebral assintomática, justifica-se fazer o tratamento local antes de iniciar a imunoterapia ou deve-se fazer como já se fazia com os inibidores das tirosina quinases?”. Esta foi uma das questões levantadas pela Dr.ª Ana Figueiredo ao especialista austríaco Dr. Maximilian Hochmair, no evento “Cancro do Pulmão: o Doente no Centro da Imunoterapia”, que se realizou a 10 de outubro.

SPCCTV 4DVisions: "Estamos muito otimistas quanto ao sucesso do Congresso"
Prof. Doutor Adelino Leite Moreira
06 Nov. 2020

“O Congresso deste ano da SPCCTV, que segue o lema e o formato introduzido há uns anos do 4DVisions, vai realizar-se num formato híbrido”. Quem o afirma é o presidente da Sociedade Portuguesa de Cirurgia Cardiotorácica e Vascular (SPCCTV), Prof. Doutor Adelino Leite Moreira, em entrevista ao My Pneumologia. Veja o vídeo.

"A HPTEC é a única forma de hipertensão pulmonar potencialmente curável"
Dr. Rui Plácido
06 Nov. 2020

A hipertensão pulmonar tromboembólica crónica (HPTEC) integra o grupo 4 da classificação clínica de hipertensão pulmonar (HP), “juntamente com outras formas de obstrução vascular pulmonar, sendo causada pela transformação fibrótica de coágulos nas artérias pulmonares”, afirmou o Dr. Rui Plácido, que será um dos formadores do curso SIGA, promovido pela MSD Portugal e que arranca já no dia 7 de novembro. Em entrevista ao My Pneumologia, o assistente hospitalar de Cardiologia do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (Hospital de Santa Maria) salientou que, “na ausência de tratamento adequado, a HPTEC tem um prognóstico muito desfavorável”. Não obstante, o especialista sublinha a mensagem que “a HPTEC é a única forma de hipertensão pulmonar potencialmente curável, pelo que se torna fundamental o diagnóstico precoce e a terapêutica adequada”.

Novas abordagens de tratamento da hipertensão pulmonar melhoraram significativamente o prognóstico dos doentes
Dr.ª Maria José Loureiro
30 Out. 2020

O curso “SIGA A Doença Vascular Pulmonar”, que terá início no próximo dia 7 de novembro, em regime de e-learning, divide-se em cinco módulos temáticos. Os conteúdos deste curso, promovido pela MSD Portugal em parceria com a Academia Cardiovascular da Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC), irão incidir sobre a abordagem terapêutica, o seguimento, a referenciação e os desafios na marcha diagnóstica diferencial de doentes com hipertensão pulmonar (HTP), focando-se, sobretudo, em dois grupos da classificação atual de HTP: hipertensão arterial pulmonar (grupo 1) e hipertensão pulmonar tromboembólica crónica (grupo 4). Entrevistada pela My Pneumologia, a Dr.ª Maria José Loureiro, Clinical Research Director, Merck Sharp & Dohme e uma das formadoras deste curso, traçou um retrato epidemiológico da hipertensão pulmonar, indicando, ainda, que as terapêuticas atualmente disponíveis contribuíram significativamente para uma melhoria do prognóstico destes doentes.

A terapêutica biológica promove uma melhor resposta dos doentes com asma grave
Dr.ª Ana Mendes
26 Out. 2020

“A experiência com administração de biológicos no domicílio é recente para os doentes com asma, mas, até agora, tem decorrido sem problema”, afirma a Dr.ª Ana Mendes, assistente hospitalar graduada de Imunoalergologia do Hospital de Santa Maria (CHULN), em entrevista ao My Pneumologia. Neste contexto, explica como é que a adesão à terapêutica biológica pode facilitar a gestão crónica do doente com asma e reduzir as idas ao hospital. Leia a entrevista.

Apoio

CSL BehringMedinfarMerckMSDRecordati

 

SanofiTecnimedeVitalaire