Atualidade

Fibrose pulmonar idiopática: doença rara e sem cura em que o diagnóstico precoce faz a diferença

03 Set. 2020

Sensibilizando a população e os profissionais de saúde para os sintomas, impacto da qualidade de vida dos doentes e importância do diagnóstico precoce da fibrose pulmonar idiopática (FPI), a Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) e a Associação Portuguesa de Pessoas com DPOC e outras Doenças Crónicas (Respira), com o apoio da Boehringer Ingelheim, lançam a campanha “FPI, a doença que não espera” neste mês de setembro. 

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Newsletter

Agenda

Agenda News Farma

RespTalks

RespTalks

Opinião

Asma e gravidez: "mau controlo da asma acarreta maior risco para o feto do que o tratamento por si só"
Dr.ª Rita Gerardo e Dr.ª Lígia Fernandes, Comissão de Alergologia Respiratória da Sociedade Portuguesa de Pneumologia

Apoio

AstrazenecaBialBoehringer IngelheimMedinfar

 

MSDMundipharmaTakeda