Newsletter

Atualidade

Mais de 50% dos doentes com DPOC em tratamento permanecem sintomáticos, alertam especialistas
13 Fev. 2020
“Já perguntou ao seu doente com DPOC o que fez hoje?”. É este o mote da campanha de sensibilização para a doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC), que junta a Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP), a Fundação Portuguesa do Pulmão (FPP), a Respira – Associação Portuguesa de Pessoas com DPOC e outras Doenças Respiratórias Crónicas, e o Grupo de Doenças Respiratórias (GRESP) da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), com o apoio da Menarini Portugal. ...

Entrevistas

O impacto da Anatomia Patológica nos outcomes terapêuticos
Prof.ª Doutora Catarina Eloy e Prof.ª Doutora Paula Borralho

A Prof.ª Doutora Catarina Eloy, do Instituto de Patologia e Imunologia da Universidade do Porto, foi desafiada a comentar o impacto da Anatomia Patológica nos outcomes terapêuticos. Nas últimas décadas, a especialidade expandiu as suas valências, uma vez que “não providencia apenas o diagnóstico, mas já consegue introduzir alguns elementos indicativos de prognóstico e discriminadores de resposta à terapêutica”, menciona a anatomopatologista. O My Pneumologia conversou ainda com a Prof.ª Doutora Paula Borralho, que explicou o papel do anatomopatologista na avaliação da expressão do PDL-1. Veja os vídeos.

Reportagem

Aliança para o Cancro do Pulmão. Fazer frente à doença oncológica que mais mata em Portugal

“A cada 18 segundos, uma pessoa no mundo morre com cancro do pulmão”. Esta foi uma das mensagens de alerta partilhadas durante o lançamento da Aliança para o Cancro do Pulmão, iniciativa inspirada no projeto The Lung Ambition Alliance. A assinatura do protocolo decorreu no Dia Mundial da Luta Contra o Cancro, assinalado no dia 4 de fevereiro, onde se reuniram várias entidades, entre as quais a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC), a Pulmonale, o Grupo de Estudos do Cancro do Pulmão, a Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) e a AstraZeneca. As associações unem assim esforços para combater o cancro do pulmão, tumor que não é o mais prevalente em Portugal, mas é o que mais mata. O My Pneumologia marcou presença na assinatura do protocolo e conversou com os representantes das associações envolvidas nesta Aliança. Leia a reportagem na íntegra.

Opinião

Asma e gravidez: "mau controlo da asma acarreta maior risco para o feto do que o tratamento por si só"
Dr.ª Rita Gerardo e Dr.ª Lígia Fernandes, Comissão de Alergologia Respiratória da Sociedade Portuguesa de Pneumologia

PUB

Apoio

AstrazenecaBMSBoehringer Ingelheim

 

MSDRocheTakeda